domingo, 1 de março de 2020

Estudantes de ensino médio, graduação e pós-graduação podem inscrever-se em editais de seleção para estágio em diversas comarcas do estado


Estudantes de diferentes níveis de ensino interessados em atuar no Ministério Público do Paraná podem inscrever-se em editais abertos por Promotorias de Justiça em diversas comarcas do estado. As oportunidades são para matriculados em cursos de ensino médio, graduação e pós-graduação, especialmente na área do Direito.

Confira a seguir a relação dos editais nos quais ainda é possível inscrever-se. Para acessar o edital, basta clicar no link inserido nas datas de inscrição.

Pós-Graduação em Direito

Promotoria de Justiça de Paranacity

Inscrições até 2 de março

Promotoria de Justiça de Auditoria Militar de Curitiba

Inscrições até 2 de março

19ª Promotoria de Justiça de Londrina

Inscrições até 3 de março

Gaeco de Curitiba

Inscrições até 3 de março

25ª Promotoria de Justiça da Comarca de Londrina

Inscrições até 6 de março

4º Grupo Cível de Curitiba

Inscrições até 6 de março

3ª Promotoria de Justiça de Marechal Cândido Rondon

Inscrições até 6 de março

Promotoria de Justiça de Cambará

Inscrições até 6 de março

2ª Promotoria de Justiça de Ibiporã

Inscrições até 10 de março

4ª Promotoria de Justiça de São José dos Pinhais

Inscrições até 10 de março

1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Cambé

Inscrições de 2 a 11 de março

8ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu

Inscrições até 12 de março

1ª Promotoria de Justiça de Campo Mourão

Inscrições até 13 de março

3ª Promotoria de Justiça de Cornélio Procópio

Inscrições de 2 a 13 de março


Pós-Graduação em Serviço Social

11ª URATE – Unidade de Apoio Técnico Especializado de Londrina

Inscrições de 2 a 6 de março


Graduação em Direito

7ª Promotoria de Justiça Cível de Curitiba

Inscrições até 5 de março

Promotoria de Justiça de Grandes Rios

Inscrições até 6 de março

Promotoria de Justiça da Comarca de Iporã

Inscrições até 6 de março

1ª Promotoria de Justiça de São José dos Pinhais

Inscrições até 6 de março

1º Promotoria de Justiça de Arapongas

Inscrições de 2 de março a 10 de abril

1ª Promotoria de Justiça de Pato Branco

Inscrições até 11 de março

12ª Promotoria de Justiça de Ponta Grossa

Inscrições até 13 de março


Graduação em Serviço Social

11ª URATE – Unidade de Apoio Técnico Especializado de Londrina

Inscrições de 2 a 6 de março


Ensino Médio

Promotoria de Justiça de Santa Fé

Inscrições até 6 de março

Todos os editais de estágio são publicados no site do MPPR na internet.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Rede de Farmácias São João abre seis novas lojas





As inaugurações foram simultâneas nesta sexta-feira. Cinco lojas no Paraná e uma em Santa Catarina. Cerca de 200 empregos diretos serão gerados com as novas unidades
A Rede de Farmácias São João, 4ª maior do varejo farmacêutico do Brasil e maior rede do sul (RS, SC e PR) amplia a atuação nos estados do Paraná e de Santa Catarina. Foram inauguradas, simultaneamente nesta sexta-feira (28), cinco lojas nas cidades paranaenses de Apucarana, Dois Vizinhos, Campo Mourão, Laranjeiras do Sul, Sarandi e ainda uma unidade em Canoinhas – SC.
O presidente da rede, Pedro Henrique Brair, destaca que as lojas irão oferecer o melhor na questão de estrutura, atendimento e preços. São lojas amplas, bem localizadas, com estacionamento exclusivo para os clientes, horário estendido, sala de serviços clínicos farmacêuticos (verificação de pressão, glicose, colesterol e teste de gravidez), mix completo (medicamentos, perfumaria, conveniência, brinquedos, linha pet e bazar), além de preços competitivos.
A São João também possui distribuidora própria e compra diretamente das indústrias, tornando-se mais competitiva nos preços oferecidos. “Os clientes irão contar com a modalidade de Crédito Fácil São João. É o crediário próprio da rede, para compras parceladas em até 6x, sem taxa de adesão e anuidade, sendo necessário apenas CPF, identidade e comprovante de residência”, explica o presidente.
A rede líder no Rio Grande do Sul quer contribuir também com o progresso dos estados de Santa Catarina e Paraná. Cerca de 200 empregos diretos serão gerados com as novas unidades. A empresa conta com mais de 12 mil colaboradores e mais de 700 lojas. Pelo quinto ano consecutivo, a Rede de Farmácias São João recebe a honraria de farmácia mais lembrada no Rio Grande do Sul, o prêmio Top of Mind. A São João também é a empresa que mais emite notas fiscais eletrônicas de todo os seguimentos varejistas no RS, cerca de seis milhões de notas todos os meses.
Assessoria de Imprensa Rede de Farmácias São João

SARANDI EM AÇÃO TODOS CONTRA O MOSQUITO


Carnaval em Maringá: como fica a taxa de ocupação em hotéis?



A rede hoteleira considera Maringá, tradicionalmente, no feriado de Carnaval, uma cidade emissiva. Com a maior parte dos hóspedes sendo do setor corporativo, a maioria dos hotéis de Maringá registra baixa taxa de ocupação durante os dias de Carnaval, mas alguns garantem que existem variáveis que alteram essa realidade.
O gerente geral do Hotel Ibis Budget, filiado ao Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, Valdenir Santos, afirma que, em função do Shopping Avenida Center ser anexado ao hotel, a taxa de ocupação aumenta durante o feriado. Já os hotéis Golden Ingá, Metrópole Maringá e Nobile Suítes Maringá, também hotéis filiados, consideraram a baixa a procura por hospedagem durante este Carnaval.
Entretanto, o sócio-diretor do Hotel Avalon, filiado à entidade, Erasmo Ramos, considera que o traz movimento para a hotelaria maringaense durante os dias de Carnaval são os pacotes para o Ody Park e a rota para Foz do Iguaçu.
“Maringá no Carnaval não é destino, mas temos público forte indo para Foz do Iguaçu, na maior parte família. Além disso, temos uma parceria com o Ody Park, o que reflete na taxa de ocupação, trazendo turistas de outras regiões. Muitas vezes até mesmo os turistas que vão seguir para Foz, acabam esticando e indo ao Ody Park”, explicou. Segundo ele, a média de hóspedes que foram ao Ody Park é de 30% da taxa de ocupação, e dos que seguiram para Foz, 40%.
O diretor do Ody Park, parque filiado ao Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, Odycleiton Melo, confirma que a parceria com hotéis de Maringá é forte. “Temos parceria com vários hotéis de Maringá, com o Avalon nesses dias tivemos mais de cem pessoas”, disse. Ainda segundo ele, o hotel do Parque teve lotação máxima durante o Carnaval e o público estimado no Parque Aquático passou de 1500 pessoas por dia. “Foi maravilhoso. Somente no domingo e segunda tivemos cerca de 8 mil pessoas”. Odycleiton afirma que o maior público do Ody Park é de fora de Maringá. A expectativa agora está na Páscoa. “As vendas já começaram e estão boas”, comemorou Odycleiton.
imprensa@maringacvb.com.br

Clínica Odontológica de Marialva deve oferecer 480 próteses neste ano


Serviço deve ocorrer em diversos mutirões ao longo de 2020; viabilização de recursos será por conta de credenciamento recente do Ministério da Saúde

 Marialva acaba de ser credenciada pelo Ministério da Saúde para receber recursos para próteses dentárias, uma vez que a demanda por este serviço é significativa no município. “A resolução vem ao encontro da perspectiva de se conceder uma assistência integral em saúde bucal”, explicou o secretário municipal de Saúde, José Orlando Villa.
Os serviços realizados serão a prótese total e a prótese parcial removível, ofertadas pelo laboratório de prótese dentária credenciado. A estimativa é que o programa atenda, em média, 480 pacientes de próteses no ano de 2020.
“O laboratório de prótese dentária é um grande avanço para o município e para a população”, afirmou o prefeito Victor Martini. “Nosso objetivo é atender cada vez melhor os pacientes, buscando a promoção não só da saúde, mas também da autoestima, mediante a estética e a reabilitação”, destacou a coordenadora de Saúde Bucal, Valéria Souza Ribeiro.
Os pacientes que necessitarem desse procedimento deverão passar por avaliação de um dos cirurgiões dentistas da rede municipal, disponíveis nos Distritos de Aquidaban, Cambuí e Santa Fé, e nas UBS João de Barro e Shenandohá, além da própria Clínica Odontológica Municipal. De posse do encaminhamento, deverão procurar a Clínica para serem incluídos no programa. A Clínica Odontológica fica na Rua João Martins Tosta Sobrinho, 454, Jd. Paraíso, e o serviço já está valendo. Mais informações: (44) 3232-6278.


Contadores públicos criam associação e elegem primeira diretoria




O coordenador de Contabilidade, Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Maringá, Antônio Marcos dos Santos Alves, é o primeiro presidente da Associação dos Contadores Públicos Municipais da Região da Amusep (Acopam). A assembleia de criação da entidade e a eleição da Diretoria ocorreram na tarde desta quinta-feira (27), na sede da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), em Maringá.

Além de Antônio Marcos, integram a Diretoria, Marcos Antônio Rocco, na Vice-Presidência; Nádia da Rocha Ferreira, na Secretaria; Karina Yuri Sudo Nakano, na Tesouraria; e Marcos Donizete Toppa, na Vice-Tesouraria. O mandato é de dois anos.

Durante a assembleia, os sócios-fundadores da Acopam aprovaram o Estatuto Social. Agora, o documento será analisado pelo Departamento Jurídico da Amusep para, em seguida, ser registrado em cartório.

De acordo com o presidente da Acopam, os próximos passos são elaborar e aprovar o Regimento Interno e iniciar a campanha de filiação dos profissionais, que atuam nas prefeituras, câmaras municipais, consórcios públicos e autarquias das 30 cidades da área de abrangência da Amusep. “A semente está plantada. Vamos cuidar para que ela germine, cresça e frutifique”, destaca.

Para o coordenador da Câmara Técnica de Contabilidade da Amusep, Paulo Paixão, a constituição da Acopam é fruto do ambiente criado pelo colegiado. “A necessidade de fundar uma associação específica dos contadores públicos surgiu nos encontros da Câmara Técnica, onde debatemos assuntos relativos ao bom desempenho das atividades e de como fortalecer e divulgar o trabalho realizado pelos contadores públicos dos municípios”, ressalta.

por Claudio Galleti-AMUSEP


Após sugestão de Caputo, governo libera recursos para combate à dengue em 118 cidades


Após sugestão de Caputo, governo libera recursos para combate à dengue em 118 cidades
O Governo do Estado anunciou a liberação de R$ 5 milhões para reforçar o combate à dengue em 118 municípios paranaenses. A medida atende a uma reivindicação do deputado Michele Caputo (PSDB), que ocupou a tribuna na semana passada para sugerir o repasse, em caratér emergencial, para as cidades em situação de epidemia ou alerta para dengue.
“Trata-se de uma ajuda fundamental para esses municípios que enfrentam este momento crítico. Recursos que vem em boa hora, pois servirão para contratação emergencial de médicos e demais profissionais da retaguarda de atendimento”, afirmou o deputado, que também parabenizou o governador Ratinho Júnior pela atitute.
Em tempos de epidemia, o movimento em postos de saúde e prontos socorros de hospitais aumenta muito. A pressão nos serviços de saúde prejudica também o atendimento dos casos de rotina, por causa da sobrecarga na rede assistencial.
ALERTA - Atualmente, o Paraná está em estado de alerta para uma possível epidemia de dengue. Os números assustam. Desde agosto do ano passado, quase 27 mil casos da doença já foram confirmados. Outros 28 mil casos suspeitos seguem sendo investigados. Além disso, 23 pessoas morreram por complicações da dengue.
De acordo com Caputo, a situação é muito grave e merece uma atenção maior das autoridades. “Estamos perdendo esta guerra. Não adianta apenas responsabilizarmos a população. Cada um tem que fazer a sua parte, inclusive destinando recursos humanos e financeiros para ampliar este combate ao mosquito”, disse o deputado, que quando foi secretário de Estado da Saúde criou o programa VigiaSUS. A ideia era justamente repassar incentivos de custeio e capital para os municípios investirem na área de Vigilância em Saúde..
EPIDEMIA - Dados do Ministério da Saúde apontam que o Paraná tem uma das piores incidências de dengue do Brasil. Pelo menos 78 municípios também já entraram em estado de epidemia e outros 40 estão em estado de alerta. Para se ter ideia, o atual número de casos é 57 vezes maior se comparado a média dos últimos três anos para o mesmo período.
“Campanhas de conscientização são importantes, mas é preciso fazer mais. A retaguarda de atendimento deve estar preparada para tratar de maneira adequada os casos suspeitos. Isso reduz muito o risco de morte dos pacientes”, explica o deputado.
LIBERAÇÃO DE RECURSOS - Preocupado com a situação, Caputo também trouxe o tema da dengue para a audiência pública com o secretário de Estado da Fazenda, Renê Garcia de Oliveira Júnior, realizada nesta semana, na Assembleia Legislativa.
Ao ser questionado sobre o fluxo para liberação desses recursos de custeio aos municípios, o secretário disse que existe um fundo estadual de emergência para atender esse tipo de demanda. “Basta que o secretário da Saúde nos apresente os elementos, o pedido, o pleito e imediatamente será atendido”, comentou.
PREVENÇÃO – Os dias de calor e as constantes chuvas são um prato cheio para a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Por isso, a melhor forma de prevenção é eliminar todo tipo de recipiente que possa acumular água parada.
Além disso, estima-se que 90% dos potenciais criadouros do mosquito estejam dentro de casas ou quintais. A maior parte é considerada lixo, como copo plástico, garrafa pet, sacolas e outros objetos descartáveis. O dado ressalta a importância de, toda semana, as pessoas dedicarem pelo menos 15 minutos para vistoriar sua residência em busca de potenciais criadouros.
A recomendação também vale para quem vai viajar agora no carnaval. “Antes de pegar a Estrada para curtir o feriado, dê uma geral na casa e no quintal. Deixe sua casa livre da dengue e proteja sua família e vizinhos”, adverte Caputo.
Veja a lista dos 118 municípios que receberam os recursos emergenciais: Santa Isabel do Ivaí, Quinta do Sol, Floraí, Nova Cantu, Santa Inês, Brasilândia do Sul, Umuarama, Foz do Iguaçu, Nova Esperança, Leópolis, Maringá, Santa Mônica, Iracema do Oeste, Fênix, Centenário do Sul, Sarandi, Ivaté, Andirá, Nova Santa Bárbara, Miraselva, São Pedro do Ivaí, Tapejara, Iguaraçu, Nova Fátima, Maria Helena, Maripá, Anahy, Londrina, Paiçandu, São Miguel do Iguaçu, Marechal Cândido Rondon, Jataizinho, Assis Chateaubriand, Palotina, Corbélia, Arapuã, Lindoeste, Ivatuba, Floresta, Bela Vista do Paraíso, Figueira, Alvorada do Sul, Formosa do Oeste, Rancho Alegre e Medianeira.