terça-feira, 31 de agosto de 2021

Prefeituras da Região de Maringá apostam em serviços online e tecnologia



Prefeitos de Astorga e Marialva apresentam no Webinar das Cidades Digitais ações de transformação digital em andamento. Secretário Marcos Cordiolli destaca inovações para transformar Maringá em Cidade Inteligente

As Prefeituras da Região de Maringá estão intensificando o investimento em tecnologia que garanta maior eficiência da máquina pública e acessibilidade aos serviços públicos. Foi o que destacaram prefeitos e gestores durante evento online promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) para troca de experiências tecnológicas entre os municípios.

Prefeitos, gestores e servidores de quase 50 Prefeituras participaram do Webinar das Cidades Digitais da Região de Maringá, apresentado pela jornalista Valdireni Alves, na manhã desta terça-feira (31). “O importante é que tudo seja voltado para a sustentabilidade e melhoria da qualidade de vida das pessoas. A transformação digital se tornou ainda mais necessária em função da pandemia que acelerou muitos processos. Por isso estamos aqui hoje compartilhando conhecimento e informações para que auxiliem no desenvolvimento das cidades”, observou o diretor da RCD, José Marinho.

O encontro contou com a participação da coordenadora-geral de Projetos de Infraestrutura para Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Daniela Schettino, que trouxe detalhes dos projetos que visam melhorar a conectividade nos municípios.

Segundo Daniela, o edital do 5G irá garantir uma política estruturante de comunicações no país, já que os compromissos de abrangência da proposta preveem que as empresas vencedoras executem a implantação de infovias nos municípios que ainda não contam com redes de fibra óptica. “Além de levar cobertura 5G, tem que também levar cobertura 4G para vilas e localidades que tenham pelo menos 600 habitantes, prover coberturas em diversas estradas do país e a obrigação de construir backhaul de fibra óptica em todos os municípios que não tenham esse tipo de cobertura chegando. Será extremamente importante para se ter internet de qualidade”, avalia a coordenadora do MCom.

Prefeitura digital – Uma gestão participativa que facilite o acesso da população aos serviços públicos é um dos objetivos da Prefeitura de Astorga. A prefeita Suzie Pucillo destaca o lançamento de uma Ouvidoria Digital para o recebimento de demandas. “A partir dessa ouvidoria a população pode estar fazendo seus pedidos e já sendo direcionada aos setores competentes. É uma ferramenta muito importante porque a pessoa não precisa sair mais da sua casa para fazer o seu pedido”, conta a prefeita acrescentando ainda a implantação de um aplicativo para que os contribuintes possam emitir documentos de forma online.

O prefeito de Marialva, Victor Martini, comentou sobre a modernização do Centro de Processamento de Dados e infraestrutura tecnológica que possibilitaram colocar a Prefeitura na era digital. Ele também frisou a efetividade do serviço 156 para melhor gestão dos serviços prestados no município. “Conseguimos mais facilidade na abertura dos chamados, controle da solicitação e também mais transparência. Traz muita agilidade para o munícipe e também uma agilidade para a nossa equipe que consegue se programar”, avaliou o prefeito.

Victor Martini também citou avanços como a central de monitoramento da cidade, sistema de reconhecimento facial nas escolas e a substituição por lâmpadas LED no parque de iluminação da cidade. “No começo da gestão criamos a secretaria de TI que fez toda a diferença. Conseguimos avançar muito e contando com a tecnologia. Esse projeto Marialva + Digital está trazendo muito mais agilidade, quebrando muitas barreiras na relação da nossa população com o serviço público”, finalizou o prefeito.

Maringá Cidade Inteligente – Destaque no país, Maringá caminha para se tornar uma cidade inteligente tendo a inovação como eixo principal na proposta do governo municipal. O secretário de Inovação, Aceleração Econômica, Turismo e Comunicação de Maringá, Marcos Cordiolli, disse que a grande transformação passa por uma gestão que tenha efetivamente um governo eletrônico.

“O primeiro grande eixo é integrarmos todos os nossos sistemas e todas as ações da Prefeitura serem efetivamente digitais. Estamos evoluindo muito rápido na implantação do SEI que é o Sistema Eletrônico de Informações. Devemos em maio ou junho do ano que vem já não estarmos mais utilizando papel e isso também está trazendo outros benefícios. Estamos provendo à população vários tipos de acessos mais rápidos, assim como os próprios servidores que estão podendo desenhar e aprimorar os seus fluxos internos de trabalho”, explica.

O Webinar das Cidades Digitais da Região de Maringá teve a parceria da S. Clara Comunicação, Sigma Telecom, Furukawa Eletric, IPM Sistemas, Pare Fácil - Estacionamento Rotativo Digital e Senografia, além do apoio do Instituto das Cidades Inteligentes (ICI) e Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep).

segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Nishimori desenvolve trabalho municipalista e contribui com o crescimento e desenvolvimento da economia brasileira

 

O deputado federal Luiz Nishimori (PL-PR) está há 18 anos na vida pública e ao longo dessa trajetória aumentou sua área de atuação, e hoje já representa mais de 150 municípios do estado do Paraná. O parlamentar também tem um grande trabalho em prol do crescimento e desenvolvimento da economia brasileira colaborando de forma significativa com os setores de exportação e promoção de produtos brasileiros no mercado externo e contribuído para os setores de agronegócio, serviços, cooperativas e pescados.

Com a volta dos trabalhos presenciais e agendas prioritárias na Câmara Federal, o parlamentar se divide entre reuniões e atendimentos em Brasília e visitas aos municípios do estado. Nishimori é conhecido por seu trabalho municipalista, que tem contribuído, principalmente, com as áreas da Saúde, Educação, Agricultura, Infraestrutura e geração de emprego e renda nos municípios paranaenses. "Temos um compromisso muito sério com o bem-estar da nossa população e sempre que posso vou aos municípios para conversar com os prefeitos, vereadores, secretários e lideranças para saber em qual área destinar as emendas parlamentares, acompanhando desde a indicação, liberação dos recursos, entrega de bens adquiridos e obras".
Nishimori é presidente do Grupo Parlamentar Brasil Japão, onde desenvolve um trabalho de fortalecimento da relação bilateral, de amizade e diplomacia parlamentar entre os dois países.  O político chefia missões econômicas que têm por objetivo apresentar o desenvolvimento e tecnologias de algumas áreas e serviços do Japão para empresários, autoridades, professores e técnicos que possam trazer e aplicar estes conhecimentos no Brasil.

Este trabalho já rendeu bons frutos para as duas nações, como a exportação de carne de frango do Paraná para o Japão. Agora, Nishimori está trabalhando para promover as frutas brasileiras e as carnes bovina e suína no mercado asiático.
O deputado também é presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Pescado e, em conjunto com os 211 parlamentares que atuam na Frente, está trabalhando por mais incentivos e pela desburocratização do setor. A piscicultura brasileira apresentou crescimento de 4,4% nas exportações de 2020 em relação ao ano anterior, perfazendo um total de U$ 11,690 milhões. “Desde quando criamos a Frente Parlamentar em Defesa do Pescado, já realizamos diversas ações para o incentivo, criação e consumo de peixe no Brasil, como audiência pública para debater problemas que estavam prejudicando a pesca no país e tivemos um resultado muito positivo. Também apresentei diversos projetos para contribuir com o crescimento do setor”

Nishimori também faz parte da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR), da Frente Parlamentar da Agropecuária e da Frente Parlamentar do Cooperativismo, onde também tem contribuído de forma significativa para o andamento dos trabalhos, com projetos e relatorias de extrema importância para o crescimento e desenvolvimento do agronegócio brasileiro, impactando positivamente na balança comercial do país.

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

DEPUTADO FEDERAL LUIZ NISHIMORI É MEMBRO DA FRENTE PARLAMENTAR DO COOPERATIVISMO


O deputado federal Luiz Nishimori é membro da Frente Parlamentar do Cooperativismo e tem desenvolvido um trabalho importante na defesa do agronegócio brasileiro, com benefícios diretos para a balança comercial do país.

O Paraná é referência no segmento de cooperativismo, segundo informações do Sistema OCEPAR, o Paraná sedia 217 cooperativas que, juntas, possuem mais de 2 milhões de cooperados e contam com quase 118 mil colaboradores, com uma movimentação econômica em 2020 no total de R$ 115,7 bi.

Conheça sua história!

Nishimori é paranaense, nascido em Marialva, cidade em que administrou empresas de sementes e insumos agrícolas, onde fica localizada sua fazenda de produção agrícola até hoje. Por incentivo de amigos e da colônia japonesa do Paraná, surgiu o primeiro convite para participar ativamente da política. No início, Luiz Nishimori não se imaginava trabalhando com política, mas seu espírito de liderança e serviço o fizeram aceitar o convite, para fazer a diferença em seus municípios de atuação. Ele aceitou o desafio e, ao longo desses 18 anos de vida pública, o parlamentar já cumpriu dois mandatos como deputado estadual e está cumprindo seu terceiro mandato como deputado federal. Com uma atuação política municipalista, voltada para a agricultura, saúde, infraestrutura e desenvolvimento da economia, Nishimori vem realizando um trabalho de peso, que tem transformado a realidade de muitos municípios e melhorado a qualidade de vida da população.

O parlamentar atualmente é presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Pescado; presidente do Grupo Parlamentar Brasil Japão; coordenador da Comissão de Segurança no Campo da Frente Parlamentar da Agropecuária; membro da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; membro da Frente Parlamentar do Cooperativismo e também participa de outras Frentes e Comissões da Câmara dos Deputados.

Com uma atuação dinâmica e voltada ao progresso econômico do país, Nishimori tem desenvolvido relações internacionais, promovendo os produtos brasileiros no mercado asiático. Dentre suas últimas realizações está a abertura de mercado para carnes suínas e bovinas do Brasil, além do aumento da venda de grãos e frutas tropicais.

Nishimori e o Cooperativismo:

Desde que iniciou suas atividades no campo, Luiz Nishimori fez questão de se associar às cooperativas da região. Segundo o parlamentar, o cooperativismo é muito importante para o crescimento econômico do país, pois gera empregos e desenvolvimento regional. “Há uma frase que gosto muito, e que diz: ‘sozinhos vamos mais rápido, mas juntos chegamos mais longe’ e esta frase define a atuação das cooperativas. Quando nos juntamos pensando no bem coletivo, conseguimos agregar valor aos nossos produtos, promover crescimento ao setor em que atuamos, e ainda reduzir as desigualdades sociais. O cooperativismo gera emprego, renda e crescimento para os setores nos quais atuam".

 

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Beto Preto garante repasse de recursos para o Cisamusep

Na manhã desta quarta-feira (11), uma comitiva de prefeitos das cidades da área de abrangência da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep) esteve reunida com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Alberto Gebrim Preto, o Beto Preto. Na pauta, o repasse de recursos de custeio para o Consórcio Público Intermunicipal (Cisamusep); a distribuição de doses das vacinas contra a COVID-19; e a manutenção da central única do 192 e 193 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate).

Cisamusep

Durante o encontro, na sede da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em Curitiba, Beto Preto anunciou que vai destinar R$ 840 mil, divididos em quatro parcelas, para o custeio do Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Setentrião Paranaense. Afirmou, também, que vai conversar com o governador Carlos Massa Ratinho Júnior para que o Governo do Estado autorize mais uma fatia de recursos para o pagamento dos custos de manutenção da estrutura do Centro de Especialidades do Cisamusep.

COVID-19

Outro item da pauta da reunião foi a apresentação dos dados relativos à campanha de imunização contra a COVID-19. Relatório da Sesa demonstra que todos os 30 municípios da região da Amusep estão com porcentual de cobertura vacinal semelhante. “O que existe são localidades com uma quantidade maior de pessoas entre 30 e 40 anos, por exemplo. Aí, uma cidade avança para uma respectiva faixa etária e outra, para um grupo com mais ou menos idade”, explicou o Beto Preto.

Samu e Siate

Sobre a central unificada do 192 e 193, o secretário garantiu que a estrutura será mantida, pois oferece um serviço de melhor qualidade à população; uma redução de custos; e mais agilidade no atendimento à comunidade. Ele acrescentou que, em parceria com o Samu Regional Norte Novo, administrado pelo Consórcio Público Intermunicipal de Gestão da Amusep (Pró-Amusep), vai trabalhar para qualificar as bases, localizadas na região; o que representa uma parcela maior no repasse dos recursos.

Diálogo

O presidente do Cisamusep, prefeito de Ourizona, Manoel Rodrigo Amado, considerou a reunião “muito produtiva”. O presidente da Amusep, prefeito de Ângulo, Rogério Aparecido Bernardo, ressaltou a força da união dos prefeitos, que, “quando buscam soluções conjuntas para os problemas comuns”, todos ganham. O presidente do Pró-Amusep, prefeito de Doutor Camargo, Édilen Henrique Xavier, o Mineiro, destacou que o encontro atingiu o objetivo. “Nossa proposta é manter o diálogo e um canal de comunicação permanente com o Governo do Estado para que possamos oferecer, cada vez mais, um serviço de melhor qualidade para a comunidade”, frisa.




sábado, 7 de agosto de 2021

Prefeitos de Maringá, Londrina e outras cidades se unem para formar ‘mega metrópolE




O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, visitou vários prefeitos da região nessa sexta, dentre eles o prefeito de Londrina Marcelo Belinatti, e o prefeito de Apucarana, Junior da Femac. Na pauta dos prefeitos, dentre outros assuntos, o Plano da Metrópole Paraná Norte, publicação do Projeto Multissetorial para o Desenvolvimento do Paraná, financiado pelo Banco Mundial.

O projeto foi elaborado por uma consultoria formada pelas empresas Cobrape e Urbtec e abrange 15 municípios da região Norte, que interagem entre si. São eles: Apucarana, Arapongas, Cambé, Cambira, Ibiporã, Jandaia do Sul, Jataizinho, Londrina, Mandaguaçu, Mandaguari, Marialva, Maringá, Paiçandu, Rolândia e Sarandi.

Todas essas cidades juntas concentram 14% do PIB do Paraná, segundo o prefeito de Maringá Ulisses Maia.

“Concentramos 15% da população paranaense e praticamente 14% do PIB do Estado. Podemos e devemos ter essa visão de interligação, como uma grande região metropolitana”, comentou Ulisses Maia.

Os prefeitos devem continuar discutindo o Plano da Metrópole Paraná Norte nas próximas semanas com o objetivo de atrair investimentos para toda a região.

 

Foto: Assessoria de imprensa PMM

terça-feira, 3 de agosto de 2021

Traiano participa da assinatura de PEC que vai agilizar construção da Nova Ferroeste

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, participou hoje (2), no Palácio Iguaçu, da assinatura de uma PEC, aprovada pela Assembleia, que deverá dar agilidade para a construção da Nova Ferroeste, importante ferrovia que vai ligar o Porto de Paranaguá a Maracaju no Mato Grosso do Sul. Uma obra de 1285 km de extensão, que vai demandar R$ 25 bilhões em investimento privado e que deverá estar concluída em 2029.


Traiano destacou que a Nova Ferroeste, “será o segundo maior corredor de exportação de grãos e contêineres do Brasil, com capacidade para a movimentação de 26 milhões de toneladas no primeiro ano de funcionamento”. “Vamos dar um salto na economia e mudança positiva em nosso Estado”, destacou o presidente da Assembleia. Somado aos investimentos que estão sendo realizados no Porto de Paranaguá, o eixo irá potencializar a redução dos custos de exportação em 28%, refletindo na elevação da produtividade e competitividade do setor produtivo paranaense.


O governador Carlos Massa Ratinho Junior, enfatizou a importância da assinatura da PEC aprovada pela Assembleia para regular o nosso sistema de ferrovias. Disse que ela é inspirada no modelo usado nos Estados Unidos e no Canadá. “Ela vai flexibilizar nosso sistema de conexões com ferrovias permitindo que uma empresa ligue sua unidade ao ramal de ferrovia mais próximo sem maiores burocracias, apenas apresentando um projeto ambiental e de infraestrutura. É a chamada PEC da Ferroeste que vai garantir agilidade à estruturação da nova ferrovia ao prever a concessão de serviços públicos ferroviários e aquaviários para entes privados”.




Nota de pesar sobre assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips

  É com muito pesar que lamentamos o cruel assassinato do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips. Os ativistas...