segunda-feira, 28 de março de 2022

Secretário de Saúde do Paraná, diz que está avaliando fim do uso de máscaras no estado

 



O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, disse nesta segunda-feira (28) em entrevista ao vivo para o programa Bom Dia Paraná (RPC TV/Globo) que o governo estuda desobrigar uso de máscaras de proteção contra a Covid-19 no estado.

Segundo o secretário os números de casos confirmados da doença continuam caindo significativamente. A exemplo de São Paulo, o governo do Paraná poderá decretar o fim do uso da máscara em lugares fechados nos próximos dias, entretanto manterá o uso obrigatório nos ônibus do transporte coletivo e nos aeroportos.

Um decreto poderá ser publicado antes do fim de março.

quarta-feira, 23 de março de 2022

Congresso Paranaense apresenta a primeira cidade inteligente brasileira com certificação ISO

O título de Miss Paraná 2022 é de Sarandi

 




Município localizado na Mesorregião Norte Central Paranaense, vizinho de Maringá, Marialva e Iguaraçu, pela primeira vez conquista o mais disputado e aguardado título de beleza feminina do Estado. A maioria dos bairros da cidade vem sofrendo um grande processo de valorização em decorrência de obras de infraestrutura e novos empreendimentos. Vem apresentando nos últimos anos um considerável crescimento e desenvolvimento econômico, impulsionado principalmente pela construção civil e pelo comércio. Dezenas de indústrias de pequeno, médio e grande porte, geram empregos para toda a região. *Sarandi* foi traçada nos mapas da *Companhia Melhoramentos do Norte do Paraná*.

O *Miss Paraná 2022*, foi realizado e organizado pela *BMW Eventos*, que nesta edição comemorou *30 anos* de fundação e grandes conquistas no *Universo Miss*, não só no que tange as “conquistas de títulos / nacionais e internacionais”, mas sim por ter contribuído com a formação acadêmica (graduação e pós-graduação / universitária) de muitas de suas eleitas.

- *Brenda Bernardo da Silva*, 19 anos / 1,77 mts, acadêmica de biomedicina, é filha do casal *Alessandra Deglisposti* / *Clodoaldo Bernado da Silva*. No dia de hoje, 21 de março, ela terá duas agendas oficiais: será recebida, no período da tarde, pelo prefeito *Valter Volpato* e, na *Sessão Solene da Câmara de Vereadores*, será homenageada.

*A corte, assim está formada:*

- Miss Paraná 2022: *Brenda Bernardo da Silva* (19 anos / Sarandi)

- 1ª Princesa / 2ª colocada: *Milena Goes Ramos* (21 anos / Palmital)

- 2ª Princesa / 3ª colocada: *Giovana Cristina de Oliveira* (20 anos / Jacarezinho)

O evento foi transmitido ao vivo pelo *Canal da BMW Eventos* (YouTube) e ainda pode ser conferido na integra.

Etanol e seis alimentos não pagarão imposto para entrarem no país, anuncia Ministério da Economia



Até o fim do ano, o etanol e seis alimentos não pagarão imposto para entrarem no país. A redução a zero das alíquotas foi anunciada hoje (21) à noite pelo Ministério da Economia, após reunião extraordinária do Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex).

A medida beneficia os seguintes alimentos: café, margarina, queijo, macarrão, açúcar e óleo de soja. Em relação ao etanol, a alíquota foi zerada tanto para o álcool misturado na gasolina como para o vendido separadamente. O imposto será zerado a partir de quarta-feira (23), quando a medida for publicada no Diário Oficial da União.

Segundo o secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, a medida tem como objetivo segurar a inflação. “Estamos preocupados com o impacto da inflação sobre a população. Estamos definindo redução a zero da tarifa de importação de pouco mais de sete produtos até o final do ano. Isso não resolve a inflação, isso é com política monetária, mas gera um importante incentivo”, declarou.

De acordo com a pasta, a medida fará o preço da gasolina cair até R$ 0,20 para o consumidor. Atualmente, o litro da gasolina tem 25% de álcool anidro. Por causa da alta recente dos combustíveis, o governo espera que a redução da tarifa de importação praticamente zere os efeitos do último aumento.

“Nós temos uma estimativa que isso poderia levar a uma redução do preço da gasolina da ordem de R$ 0,20 na bomba. Isso é uma análise estática. Na prática, essa medida vai acabar arrefecendo a dinâmica de crescimento dos preços na ordem de R$ 0,20”, disse o secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz.

Em relação aos produtos alimentícios, o Ministério da Economia informou que os produtos beneficiados são o que mais estão pesando na inflação, pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Esse indicador mede o impacto dos preços sobre as famílias de menor renda.

Atualmente, o café paga Imposto de Importação de 9%; a margarina, 10,8%; o queijo, 28%; o macarrão, 14,4%; o açúcar, 16%; o óleo de soja, 9% e o etanol, 18%.

Fonte: Agência Brasil 

quarta-feira, 16 de março de 2022

Segue para sanção proposta que autoriza crédito de R$ 250 milhões para duplicação entre Maringá e Iguaraçu

 


Proposta permite que o Governo do Estado contrate o empréstimo para a execução da obra na rodovia PR-317

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou em segunda votação na sessão plenária desta segunda-feira (14) a proposta que autoriza o Governo do Estado a contratar um crédito no valor de R$ 250 milhões para a duplicação do trecho da rodovia PR-317 entre os municípios de Maringá e Iguaraçu. Com a dispensa de votação da redação final aprovada, o projeto de lei 40/2022, assinado pelo Executivo, segue para sanção ou veto do governador Carlos Massa Ratinho Junior.

De acordo com a matéria, a autorização para o crédito ocorrerá por parte do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) junto a instituições financeiras nacionais, públicas ou privadas, para execução da obra que terá a extensão de 21,8 quilômetros.

O Executivo destaca na justificativa da proposta que a duplicação possui potencial de elevar o patamar do Município de Maringá e região, além de tornar a rodovia mais segura, reduzindo os acidentes de trânsito e valorizando a vida dos usuários.

“A PR-317 é um corredor logístico e turístico muito forte, que atende o nosso agronegócio e faz a ligação com São Paulo. Há muito tempo a rodovia precisava ser modernizada”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior na ocasião de lançamento da obra.

Ainda segundo o Governo do Estado, além das pistas duplicadas, o projeto também prevê a construção de três viadutos, duas passarelas para pedestres, a duplicação de uma ponte e a implantação de cinco quilômetros de vias marginais.

Decreto libera paranaenses do uso de máscaras a partir desta quinta-feira, 17

 


O governador Ratinho Junior sancionou nesta quarta-feira (16) a lei ( 20.971/2022 ) que derrubou a obrigatoriedade do uso de máscaras no Paraná. A proposta foi encaminhada pelo Executivo à Assembleia Legislativa na semana passada e, após ser apreciada nas comissões de Constituição e Justiça e de Saúde, foi aprovada pelos deputados em dois turnos de votação.

 

Logo após a sanção, o Governo do Estado publicou um decreto ( 10.530/2022 ) com detalhes sobre os locais onde o uso pode ser flexibilizado e as situações em que ainda é necessário utilizar o equipamento de proteção. Segundo o texto, o uso em espaços ao ar livre será opcional a partir desta quinta-feira (17), enquanto em locais fechados (eventos, transporte público, trabalho ou comércio) o uso será obrigatório.

 

A liberação também vale para crianças menores de 12 anos, a critério dos pais, em espaços abertos ou fechados. A Organização Mundial da Saúde (OMS) não impõe a obrigação nessa faixa de idade, mas recomenda o uso. A Secretaria de Estado da Saúde vai emitir algumas resoluções para regulamentar as regras de uso em alguns espaços públicos.

 

Decreto libera paranaenses do uso de máscaras a partir desta quinta-feira, 17

O uso de máscaras era obrigatório no Estado desde 28 de abril de 2020. A mudança conta com aprovação do comitê científico da Secretaria de Estado da Saúde e leva em consideração o controle no quadro epidemiológico, com baixo índice de ocupação dos leitos exclusivos para a Covid-19, ampla vacinação dos paranaenses e manutenção do quadro de estabilidade do cenário após o Carnaval.

 

“Quase dois anos após a implementação da lei podemos fazer essa mudança, deixando o uso de máscara como opcional nos espaços abertos e alterando as regras para as nossas crianças, que estão sendo imunizadas. As máscaras foram um instrumento fundamental ao longo da pandemia e a adesão no Paraná sempre foi espontânea, demos exemplo no cuidado com os outros”, disse Ratinho Junior.

 

“Mesmo com a mudança, as estratégias de testagem e monitoramento da doença seguem no mesmo ritmo. E também orientamos a procura pela vacinação”.

 

No Paraná, quase 80% da população está com a cobertura vacinal completa e mais de 3,7 milhões de pessoas receberam a dose de reforço. Também houve redução no número de mortes e de casos mais graves da doença. A média móvel de casos caiu 58% em relação há duas semanas e a média de mortes diminuiu 51% no mesmo período. A ocupação nas UTIs está em 36% e a taxa de transmissão é de 0,92, abaixo de 1, com tendência de queda. Segundo o decreto, é obrigatório o uso de máscaras em locais abertos ou fechados para indivíduos com sintomas de Covid-19.

Amusep e Seab retomam projeto de adoção do Susaf nos municípios da região

 


Apresentar o potencial econômico e de geração de emprego representado pela adoção do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar e de Pequeno Porte (Susaf) nos municípios da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense. Será o carro-chefe da estratégia estabelecida pela Amusep e pelo Núcleo Regional da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab).

Os detalhes iniciais da retomada do projeto foram definidos durante reunião entre o presidente da entidade, prefeito de Santa Fé, Fernando Brambilla; o chefe do Núcleo, Jucival Pereira de Sá; a gerente Regional da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), em Maringá, Ana Paula Moser; e os fiscais Eric Waltz Vieira Messias e Maria Cândida Córdova Wolff. O encontro ocorreu na tarde desta quinta-feira (10), na sede da Amusep.

Horizonte amplo

Regulamentado pela Lei 10.502, de 18 de janeiro de 2017, o Susaf criou um regime para tornar possível a venda de produtos de origem animal fabricados pelos integrantes da agricultura familiar e de agroindústrias de pequeno porte, além dos limites dos municípios onde as unidades estão instaladas. “Com o Susaf, o horizonte de comercialização se amplia para todas as 399 cidades do Paraná. Com a vantagem adicional, de eliminar os riscos, hoje existentes, da venda clandestina”, destaca Jucival.

Fernando Brambilla explica que o primeiro passo será mobilizar os prefeitos, os secretários responsáveis pela área da agricultura e os médicos-veterinários que atuam nos 30 municípios da região. A ideia é realizar um evento onde os gestores possam esclarecer dúvidas e ouçam um representante de uma cidade que já adotou o Susaf. “Vamos mostrar quais os ganhos financeiros para os agricultores, que vão poder circular livremente com os produtos, e, também, os reflexos na geração de empregos e na arrecadação própria das prefeituras”, ressalta.

A previsão é de que a reunião ocorra na primeira quinzena de maio, em Maringá.

Confira nome e número dos candidatos ao governo do Paraná

  O Paraná escolhe neste domingo (2) o candidato que governará o Estado pelos próximos quatro anos. O representante escolhido para comandar ...