segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

Futuro da pandemia

 



O mundo temia o pior quando uma nova variante do coronavírus surgiu no fim de novembro e se espalhou pela África do Sul rapidamente. Dois meses depois, com a Ômicron dominando grande parte do planeta, a história mudou para algumas pessoas. A menor gravidade da Ômicron em comparação com variantes anteriores e a percepção de que todos provavelmente serão infectados uma hora ou outra contribuíram para um certo relaxamento das pessoas. Alguns  profissionais dentro da comunidade científica estão otimistas que a Ômicron possa ser a última fase da pandemia, fornecendo uma "camada de imunidade" para boa parte do mundo e se aproximando de um estágio endêmico similar a doenças sazonais, como resfriado ou gripe.

CNN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com visita de Bolsonaro, Expoingá terá mais um dia de portões abertos

  E para o público poder aproveitar a visita do presidente na feira, a Expoingá terá mais um dia com portões abertos ao público de forma gra...